Levante Informativo

Democracia de informações


Deixe um comentário

Alemanha Abastece Metade de sua Demanda Com Energia Solar

Imagem

A Alemanha fixou um novo recorde, conseguindo abastecer com energia solar, 50.6% de sua demanda ao meio do dia de uma segunda-feira, 9 de Junho deste ano. A produção solar teve um pico naquele dia de 23.1 GW. Três dias antes tinha sido de 24.2 GW entre as 13 e 14 h, mas no dia 9 a demanda caiu por conta de um feriado nacional, permitindo a quebra da marca dos 50%.

Houve muita confusão e a reportagem dos fatos não foi precisa, em alguns casos. Reportagens confundiram demanda com consumo total de eletricidade, o que inclui aquecimento e uso industrial de gás natural, apesar de que estes seriam baixos num feriado ensolarado. Manchetes de jornais sugeriram que a marca dos 50% teria sido excedida por mais de uma quinzena, em vez de uma única hora.

Imagem

Na verdade, a escala de alcance é considerável. A Alemanha não é um lugar ensolarado. De fato, 90% da população mundial mora em países substancialmente mais iluminados pelo sol.

Consequentemente, é mais eólica do que solar o pilar da Energiewende da Alemanha, a transição para fontes de energia renováveis e não poluentes.

A mudança para a energia solar na Alemanha não foi barata, com €16 bilhões em subsídios em 2013. Contudo, ao criar um nível de demanda que ultrapassou a manufatura, a Alemanha participou ativamente para baixar os custos dos painéis solares em 80% em 5 anos, permitindo que outros países sigam seus passos pagando uma fração do preço, principalmente aqueles com mais luz solar.

Ainda mais, nos estágios iniciais de transição para a energia eólica foram utilizados subsídios do governo, atualmente a energia solar pode até competir com combustíveis fósseis em preço e continuar a expandir, apesar de que em uma velocidade mais lenta que a de alguns anos atrás.

A produção de energia solar alemã cresceu 34% se comparada com o mesmo período do ano passado, uma consequência de ambos o clima e melhora nas instalações. Enquanto o primeiro é imprevisível, o aumento na quantidade de painéis garante que a marca recorde de 50% será ultrapassada novamente, provavelmente este ano.

Fonte: http://www.iflscience.com/technology/germany-now-produces-half-its-energy-using-solar

Anúncios